Seis segredos para que as crianças (quase) nunca fiquem doentes

Basta incluir hábitos simples na rotina da família para que o seu filho tenha uma saúde de ferro, daquelas bem difíceis de derrubar. Certamente, conhece alguém que quase nunca fica constipada, mesmo após tomar um banho de chuva e ficar horas com a roupa molhada no corpo? Ou, então, pode comer qualquer coisa que (quase) nada faz mal? Qual será o segredo dela? Segundo pediatras e nutricionistas), para descobrir o que pode fazer para que para reforçar a saúde do seu filho os segredos são simples mas os resultados bem duradouros. Vale a pena tentar.

Ler mais

Dormir pouco afeta a atenção e a memória dos jovens

A vida moderna nos grandes centros urbanos é uma correria, e as pessoas tentam aproveitar cada minuto. Muitas vezes, a primeira coisa que sacrificam é o sono. "Entre pessoas saudáveis, há uma tentação de restringir, voluntariamente, o sono, para ficarem acordadas mais uma hora ou duas, ou para levantarem uma hora ou duas mais cedo. O problema é que, sem darem por isso, estão a reduzir a produtividade e a expor a saúde", adverte o médico Greg Belenky, diretor do Centro de Investigação do Sono e Performance, da Universidade Spokane de Washington.

Ler mais

Sobre dislexia: Perguntas e respostas

Como se define a dislexia?
Em 2003, a associação Internacional de Dislexia adotou a seguinte definição: “Dislexia é uma incapacidade específica de aprendizagem, de origem neurobiológica. É caracterizada por dificuldades na correção e/ou fluência na leitura de palavras e por baixa competência leitora e ortográfica. Estas dificuldades resultam de um défice fonológico, inesperado, em relação às outras capacidades cognitivas e às condições educativas. Secundariamente podem surgir dificuldades de compreensão leitora, experiência de leitura reduzida que pode impedir o desenvolvimento de vocabulário e dos conhecimentos gerais”.

Ler mais

O ar que respiramos nas escolas

A educação tem estado no centro dos debates, com mais ou menos polémica. É natural que suscite tanto interesse, análise, discussão, porque a educação é uma pedra basilar da sociedade.

As nossas preocupações imediatas quanto ao estado atual do ensino leva-nos, no entanto, a relegar para o esquecimento questões que poderão parecer menores mas, nem por isso, de menor importância. Falemos, por exemplo, da saúde da população escolar – alunos, professores, pessoal auxiliar e administrativo.

Os alunos estão em ambiente escolar nunca menos durante oito anos, entre os 7 e os 15 anos de idade, tendo em conta o ensino obrigatório. É um período importante da vida, durante o qual se desenvolvem fisicamente, numa transformação que se deseja saudável e harmoniosa. A escola é, para além da sua função de aprendizagem, um local onde se trabalha, se respira, se vive.

Ler mais

Anemia tem efeitos no crescimento e desenvolvimento

O que é a anemia e como pode saber se o seu filho estará anémico?

Em crianças, a principal causa de anemia é a carência de ferro, sendo mais frequente entre os 6 e os 24 meses de idade. O ferro é utilizado pelo organismo para produzir os glóbulos vermelhos.

A anemia é uma condição existente quando não há glóbulos vermelhos ou hemoglobina suficientes no sangue para transportar o oxigénio (necessário à sobrevivência das células) a todos os tecidos do organismo. A definição de anemia varia consoante a idade e o sexo da criança.

Ler mais

Quem vai ao pediatra volta tranquilo

Sabia que pode dirigir-se a um centro de saúde e marcar uma consulta para o seu filho no âmbito do Exame Global de Saúde Escolar?

É muito importante para o seu filho, não só para que tenha um ano letivo com melhor aproveitamento, mas também para prevenir doenças que venham a prejudicar o seu rendimento escolar, que no início do ano letivo vá a uma consulta de pediatria, no âmbito da saúde escolar, e que seja avaliado igualmente a nível da visão e da audição. Sabia que um recente estudo estima que 35% das crianças portuguesas precisam de óculos? O primeiro rastreio visual deve ocorrer aos 3-4 anos de idade. Aos 6-7 anos pode ser já tarde. É, também, importante conhecermos e avaliarmos como está a ser aplicado, ou não, o Programa Nacional de Saúde Escolar (veja os anexos).
Quem ama os seus filhos, educa e cuida!

Nós também queremos o melhor para o seu filho e para todas as crianças!
Saúde Escolar Finalidades
Programa Nacional de Saúde Escolar
Saúde Escolar Orientações Aplicação do Programa Nacional
Saúde visual Conselhos aos pais